Hoje trago para vocês a entrevista que nós do "Behind the Words" fizemos com o autor do livro "Cicatrizes de um segredo" e "Irresistivelmente Fatal", o  Marcio Scheibler.


Sinopse Cicatrizes de um segredo: Com a morte de seu pai, Ricardo Valença passa a ser o novo herdeiro da coleção de jóias pertencente a sua família há quatro gerações. Numa decisão arriscada, transfere as jóias do cofre de um banco para um esconderijo que apenas ele e seu melhor amigo, Martim de Sandri, conheciam. Mas o inesperado acontece. As jóias são roubadas e uma amizade de quinze anos é abalada.
Entra em ação o detetive Otávio Medeiros. Um crime que parecia comum torna-se envolvente à medida que o bandido volta inúmeras vezes ao local do crime e deixa novas pistas enigmáticas, em pontos estratégicos da sala onde as jóias estavam guardadas, intrigando ainda mais a mente de todos.Numa trama de sedução, traição, fé, vingança e ousadia, o quebra-cabeça é montado e o bandido descoberto, revelando consigo um segredo de família que mudará o rumo da vida dos envolvidos.

Sinopse Irresistivelmente Fatal: Uma festa. Uma linda mulher. Sexo. E por fim, sangue. O jovem Leandro Biavatti pertencia a uma família rica e sempre estava acompanhado de belas mulheres. Evitava envolvimento sério com qualquer uma delas, pois sempre achava que estavam com ele apenas por interesse financeiro. Mas uma noite de êxtase na vida dele torna-se macabra, pois sua vida terminaria ali, em sua própria cama. Um crime misterioso, depravado e assustador. Seu melhor amigo, Rodrigo, aciona seu tio detetive, Otávio Medeiros, para tentar resolver esse caso enigmático. Ao longo da trama, acontecimentos e informações incríveis surgem e uma história fantástica vem à tona. Aliando erotismo e mistério, IRRESISTIVELMENTE FATAL relata sentimentos e atitudes muito presentes em nosso cotidiano, de um ponto de vista trágico e racional.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Olá, é um prazer tê-lo conosco!

Conte-nos um pouco sobre você:

Sou um amante do bom rock n’ roll, da literatura, da natureza e dos esportes. Um leitor que passou a valorizar a literatura nacional após se tornar escritor e também a diversificar os gêneros que lê. Crítico, argumentativo, talvez um pouco intolerante, extrovertido na medida certa e, acima de tudo, amigo.

Quando surgiu a sua paixão pela literatura?

Acho que tudo iniciou dentro da barriga da mamãe...hehehe...os livros já faziam parte de minha vida antes mesmo de aprender a ler. Li inúmeras vezes os mesmos livrinhos infantis, mesmo sabendo a história de cor. O tempo passou e novos gêneros passaram a me atrair, chegando hoje a uma pessoa que lê diversos tipos de obras.

Qual seu gênero literário preferido? Por quê?

Romance policial, tanto para ler quanto para escrever. É o gênero que mais me atraiu desde que comecei a ler algo mais complexo, abandonando os livros infantis. O mistério faz parte da natureza humana e sempre nos deparamos com a ânsia de querer saber a verdade.

Como e quando decidiu escrever?

No final da infância ou início da adolescência escrevi uma pequena história, mas que não teve final. Ficou pela metade. Tratava-se do assassinato de uma jornalista, que era irmã de um detetive. Escrevi cerca de três ou quatro páginas apenas, mas nunca retomei a história e nem pretendo fazer isso. Nos anos seguintes também escrevi outros textos, mas nenhum foi finalizado. Já na fase adulta resolvi ir a fundo e terminar um texto, pra quem sabe, um dia, tê-lo publicado. O resto da história todos já sabem: dois livros circulando e enchendo esse autor que vos fala de orgulho.

Você se inspirou em alguém ou em algo para escrever seus livros?

Uma ou outra coisa do nosso cotidiano foi utilizada nas histórias, mas serviram apenas de base. Fazer relação com algo do passado nos textos creio que talvez seja influência das obras de Dan Brown, que gosto muito. É um detalhe que sempre enfatizo: nada é isolado, tudo tem relação com o passado. Até rimou!!!

Como surgiu a idéia de escrever “Irresistivelmente Fatal"?

Quando você lança uma proposta, seja de livro, quadro, escultura ou outro projeto, e vê que foi algo de bom agrado aos outros, logo sente vontade de mergulhar em outro trabalho. Foi o que aconteceu com o IRRESISTIVELMENTE FATAL, que começou a ser escrito na semana seguinte ao lançamento do meu primeiro livro, CICATRIZES DE UM SEGREDO. Por enquanto não tem toda a repercussão que imaginei, mas devagar se vai longe. Esse ano participarei de mais eventos literários, coisa que fiz pouco nos anos anteriores.

Como foi sua trajetória de lançar os livros?

São inúmeras as coisas que se tem a fazer pra poder colocar os livros nas prateleiras. Diversas revisões, diagramação, etc. Depois disso tem toda a divulgação, que parece fácil, mas não é. É notória a dificuldade de se lançar algo no Brasil, seja por inacessibilidade às editoras ou ainda pelo baixo consumo de livros. Graças à internet tudo é facilitado, mas que deve ser usada com extrema competência e bom senso, sem se tornar cansativa para o público-alvo.

Você está escrevendo algum livro atualmente? Se sim, conte-nos um pouco sobre ele.

No momento não estou escrevendo nada. Reservei o ano de 2011 para divulgação dos meus trabalhos, mas pretendo iniciar algo em 2012. Seguirei a linha policial, mas pensando numa proposta diferente de texto e apresentação da obra. Quero utilizar informações colhidas na leitura de assuntos inerentes à criminologia, como a ciência forense, tão destacada no seriado CSI. E, é claro, sem jamais deixar de me inspirar nos mestres do gênero, Agatha Christie e Arthur Conan Doyle.

Quais dicas você dá para quem começou a escrever agora?

Não apenas na literatura, mas em qualquer área de atuação as dificuldades aparecem e devem ser enfrentadas uma a uma e com a cabeça no lugar. Não pense em vender milhões de cópias sem antes colocar um ponto final na obra que, talvez um dia, torne-se um livro. Passo a passo dê seguimento a seu sonho e verá que no momento certo as portas se abrirão e um mundo de fascínio como o da literatura o tornará alguém respeitado.

Obrigada por aceitar a parceria com o Behind the Words e por fazer essa pequena entrevista.



4 Comentários

  1. Muito obrigado pela oportunidade de entrevista no blog!!!!

    ResponderExcluir
  2. Gostei da entrevista. Nos deu uma visão geral sobre o autor. Parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito da entrevista! Me interessei pela obra do autor

    Beijos

    Lu Tazinazzo
    aceitaumleite.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito da entrevista tambem!

    ResponderExcluir