Olá pessoal!


Hoje trago para vocês uma super entrevista com a  Valentine Cirano Vieira! Espero que gostem!


Impacto Fulminante: 


Sinopse: Uma ordem secreta da antiga Babilônia ainda poderia espalhar medo ou terror aos habitantes da Terra? Haveria um meio de resgatar os poderes do antigo deus babilônico pelos membros remanescentes dessa ordem e, de posse dos mesmos, levarem pânico e destruição aos quatro cantos do planeta? O assassinato brutal do artista plástico Gregory Andersen, leva Richard Brown e Suzan Antonelli, historiadores britânicos convocados pela policia de Londres, a identificar o significado de estranhos caracteres e pistas deixados pela vítima, pintados com seu próprio sangue numa toalha segundos antes de sua morte. As marcas deixadas por Gregory e um estranho quadro por ele pintado, levam Richard e Suzan a uma aventura frenética em busca do legendário tesouro de Dario, portador dos terríveis poderes das trevas dos deuses pagãos. Perseguições implacáveis, conduzidas por um assassino cruel e sanguinário fazem com que a aventura se torne um jogo mortal, onde Suzan e Richard precisam lutar pela própria sobrevivencia. Os membros da ordem secreta buscam desesperadamente resgatar os poderes ocultos para a conquista planetária, criando um exército imbatível, capaz de fazer com que todas as forças terrenas se curvem diante dos poderes das trevas. Seria possivel impedir essa catástrofe que dizimaria os habitantes do planeta? Onde se encontra a espada utilizada pelo rei Dario e que supostamente continha a chave para trazer novamente a terra os poderes ocultos da antiga Babilônia? Cada nova página do Impacto Fulminante oferece esse desafio, da eterna luta entre o bem e o mal, para atiçar a curiosidade do leitor.


Chama Imortal:


Sinopse: Por quanto tempo perdura um verdadeiro amor? O tempo pode apagar a chama ardente da paixão? O belo romance “Chama Imortal” mostra que o verdadeiro amor, não somente permanece por uma vida, mas dura para sempre, através de uma bela ficção. A autora narra a estória de um casal (Nivar e Lohanna) que encontrará no transcorrer da vida a maior recompensa de nossa temporal existência, a saber, o amor. Afinal, o verdadeiro amor transpõe os liames da existência humana, se perpetuando por gerações na eternidade. Nem o tempo, nem a distância, podem apagar a Chama Imortal da paixão. O romance mais belo de 2010, que tem levado vários leitores a uma reflexão sobre os limites do verdadeiro amor. Conheça a saga dos guerreiros imortal, uma grande aventura cheia de romantismo, encanto e magia que vai te conquistar.

Olá, é um prazer tê-la conosco! 

É um super prazer poder ser parceira do seu blog.

Conte-nos um pouco sobre você: 
Quando surgiu a sua paixão pela literatura? 

Escrevo desde muito jovem, aliás, tudo começou aos 12 anos, quando comecei a escrever poesias. Tinha um caderninho preto onde anotava tudo, escrevia poesias, pequenos contos e outros textos. Foi aí que comecei a me interessar por escrita.

Qual seu gênero literário preferido? Por quê? 

Gosto de todos, escrevo muitos gêneros. Tenho atualmente um romance, um um romance policial (thriller), um livro da autoajuda e um de crônicas. Em breve vou lançar meu primeiro livro infantil e um infanto-juvenil, mas meu gênero preferido é romance policial, principalmente quando vem repleto de mistérios e aventuras. Amo aventura e sou fascinada por mistérios.

Como e quando decidiu escrever? 

Antes escrevia por hobby, simplesmente porque conseguia me distrair um pouco. Depois dos 18 anos parei de escrever achando que tudo era uma grande bobagem e que eu precisava correr atrás de uma carreira profissional e tudo mais. Muita coisa aconteceu nesse período, casei-me, fui morar em SP e depois nos EUA. Voltei e comecei a escrever novamente. Após algumas viagens que fiz para alguns países europeus fiquei inspirada a escrever histórias de personagens e lugares nesses países, que são encantadores e cheios de história medieval e antiga (o que eu adoro!). Escrevi o Impacto Fulminante após minha primeira viagem e outros mais se seguiram. Escrevi o La Fontana di Trevi, o último sudarista e o “O Oráculo de Apolo (continuação do Impacto Fulminante mais ainda sem data para lançamento) após minha segunda viagem. Quando escrevo minhas histórias, gosto de falar dos lugares, das situações e tudo mais nos mínimos detalhes e para isso tenho que conhecer bem os lugares.

Você se inspirou em alguém ou em algo para escrever seus livros? 

As vezes me inspiro em mim mesma ou em pessoas do meu convívio. Algumas pessoas criticam alguns dos meus personagens por agirem de uma forma ou de outra. O que eu quero mostrar as pessoas é que os personagens são fictícios, mas ainda são “seres humanos” como nós e por isso sujeitos as falhas, aos medos, aos sentimentos e tudo mais. Não gosto dessas histórias que narram  personagens quase perfeitos, “donos da verdade” e quase super-heróis. Isso não existe. Os personagens precisam demonstrar também a natureza humana e suas debilidades. Ao longos das histórias, os personagens acabem mudando, tornando-se mais fortes, mais valentes, mais cheios de confiança, mas ainda são seres humanos.

Como surgiu a idéia de escreverChama Imortal"?


O livro Chama Imortal surgiu quando eu tinha apenas 15 anos de idade. Na verdade era um conto. Quando decidi lançá-lo, aos 37 anos, resolvi mudar muitas coisas, torná-lo mais atrativo, mais maduro e com mais aventuras. É uma linda história de um amor que tinha tudo para dar certo, mas pela ganância e atraídos pela lisonja de tornarem-se imortais tudo foi por água abaixo. As promessas de um amor eterno foram quebradas devido a maldição e daí que começa a história. Lohanna e Nivar, os personagens principais, eram valentes guerreiros de um clã há mais de 2.000 anos antes de Cristo. Ele era nobre e valoroso, da qual havia sido prometido a liderança do clã após a morte de seu pai adotivo, no entanto, mesmo sendo uma valente guerreira, não conseguia dominar seus próprios impulsos e tinha um emocional fragilizado. Eles se amavam, mas foram atraídos pela promessa de vida eterna, o que lhes causou a tristeza de uma separação eterna. Bem, o resto só lendo mesmo...


Como foi sua trajetória de lançar os livros?

Nunca podemos dizer que seja algo fácil, realmente não é. Mas atualmente podemos dizer que é mais fácil do que anos atrás. No entanto, vender livros nesse país tornou-se um grande desafio, isso porque os autores internacionais ainda são os mais cotados e seus livros, os mais vendidos. A concorrência é quase desleal, mas acredito que isso tem mudado ao longo dos anos.

Você está escrevendo algum livro atualmente? Se sim, pode nos contar um pouco sobre ele? 

Estou trabalhando em 2 livros atualmente. Na verdade estou trabalhando em um livro infanto-juvenil para ser lançado no ano que vem e também na tradução para o inglês do livro La Fontana di Trevi, o último sudarista (da trilogia Impacto Fulminante) para uma editora americana.

Quais dicas você para quem começou a escrever agora? 

Eu acredito que a palavra-chave disso tudo seja “persistência”. Não dá para querer ter resultados a curto prazo. Literatura no Brasil ainda deixa muito a desejar, se comparada com países como Estados Unidos, Canadá, Japão e outros de primeiro mundo. Os preços dos livros aqui no Brasil também não ajudam muito, o que torna ainda mais complicado, mas se persistir a chance de alcançar o sucesso torna-se muito maior.

Obrigada por aceitar a parceria com o Behind the Words e por fazer essa pequena entrevista. 

Eu é que tenho que agradecer. Sem as parcerias que tenho feito com vocês meu trabalho seria ainda mais difícil. Vocês são umas gracinhas mesmo. Adoro todos vocês!



2 Comentários

  1. Ótima entrevista. Boas respostas e amei o livro dela ashuahsuahsuahs

    ResponderExcluir
  2. Mais uma entrevista otima! Parabéns!

    ResponderExcluir