A Conspiração

Autor: Clive Cussler
Número de páginas: 554
Editora: Novo Conceito

Sinopse: Uma embarcação romana naufraga no século IV. Durante a Primeira Guerra Mundial, um navio inglês é destruído por uma bomba. Atualmente, no Oriente Médio, ícones da fé islâmica são bombardeados. E um misterioso pergaminho relacionado à vida particular de Jesus pode limitar o poder da Igreja Católica. Como eventos e fatos tão distantes podem ter alguma relação? O engenheiro naval Dirk Pitt (Diretor da NUMA – Agência Nacional Marítima e Subaquática) está acostumado a explorações subaquáticas — e a revelar mistérios indecifráveis — e parece ser a pessoa mais indicada para trazer a público o elo entre esses episódios tão incompatíveis. Mas a que custo? Uma aventura que mistura ¬ ficção e realidade em uma criação cheia de surpresas e mistério. Acompanhe o incansável herói Dirk Pitt em uma história em que arrepiantes artefatos religiosos, a CIA e o Mossad misturam-se às mais magní¬ficas construções da arquitetura medieval.




E mais um livro do autor Clive Cussler entrou para minha lista de livros lidos.
Não sei se estou me tornando uma fã dele, mas confesso que gosto bastante da maneira como ele nos apresenta a história.

Desta vez, o livro irá contar a história de Dirk Pitt que encontrou um navio naufragado.
Após resgatar os tesouros, ele decidiu que os levaria a um museu e neste dia ele fora assaltado por ladrões muito bem treinados e que pareciam saber o que ele estava carregando.
Aos poucos seus filhos se envolvem neste mistério e acabam ajudando seu pai a descobrir pistas sobre quem o roubou e o porque isso acontecera.
Começaram a formular ideias e que pareciam realmente estar ligadas ao crime.
Eles imaginam que são os únicos interessados e envolvidos e começam a entrar mais a fundo na história e a investigar cada pedaço daquele lugar para descobrirem o que está por trás de todo o mistério, mas o que eles não imaginavam era o que os aguardava.

Tsc, tsc...
Mistérios e navios naufragados são histórias que com certeza me envolvem. Todo o enredo foi MUITO trabalho e criado com muitos detalhes, contudo o desenvolvimento da história deixou a desejar.
Demorei quase 100 páginas para conseguir me envolver com a história, e até pensei em diminuir o ritmo de leitura para não precisar abandoná-lo, mas aos poucos Clive foi me conquistando com sua narrativa.
Gostei bastante dos personagens e achei que a história poderia ter sido escrita em apenas 300 páginas, mas a quantidade de detalhes fez com que se tornasse 554 páginas.
De certa forma eu não recomendaria começar a ler os livros do Clive por esta obra, mas se quiser deixá-la em segundo, com certeza será melhor. Não sei, acho que me apaixonei tanto pelo enredo que não me importei com mais nada, apenas queria saber de onde o navio vinha e o porque de tanto mistério em torno dele.
O livro ganhou minhas 4 estrelas e confesso que de todos os livros deste autor, este fora o livro com melhor enredo, mas que infelizmente não me encantou como os outros.

PLAYLIST:
Home -  Phillip Phillips 
Gone, gone, gone - Phillip Phillips 
Drive Me - Phillip Phillips 



Um Comentário

  1. Adorei sua resenha Jac. Estou curiosa para ler este livro. XX, Mari

    ResponderExcluir